Como se Automotivar (de forma simples!)

Pessoas PNL

Nesse post falar sobre dois tipos de motivação: Pessoal e Humana.

Lendo a revista Mente e Cérebro, vi uma forma muito… mas muito simples de motivar você mesmo ou qualquer pessoa!

Estudos na área da psicologia, identificaram três elementos que oferecem suporte a Motivação Pessoal.
A boa notícia é que todos eles podem ser ampliados e ajustados em nosso próprio benefício!

A motivação pessoal está ligada nos 3 fatores:

AUTONOMIA
Você precisa ter autonomia de fazer as tarefas.
Isso faz com que você crie muito mais energia, para atingir a sua meta.
Pessoas que desenvolvem uma ação com base em suas opiniões, elas persistem mais tempo em uma atividade.

VALOR
As tarefas que você executa, precisa fazer muito sentido para a sua vida!
As pessoas precisam detectar o valor em qualquer atividade, assim tendem a ter mais comprometimento.
Por isso o valor é tão importante.

COMPETÊNCIA
Gostamos do que fazemos ou fazemos o que gostamos?

O esforço promove excelência, assim nos inspiramos a continuar sempre aprendendo.
A medida que nos dedicamos mais tempo a uma atividade, percebemos que nossas habilidades melhoram e adquirimos senso de competência.
A forma é bem simples: Quanto mais você estudar, mais competência você vai ter e mais motivado estará em atuar.

Pessoas desmotivadas geralmente tem: Faltar autonomia  ou Sensação que aquela tarefa é inútil ou Dúvida sobre a sua capacidade.
Para alcançar a motivação o ideal é sempre ter os 3: Autonomia, Valor e Competência.


Piramide de Maslow

Falando ainda sobre motivação, a teoria de Maslow é considerada uma das principais formas de entender como funciona a Motivação Humana.

A piramide de Maslow é dividida em 5 níveis de necessidades:

Em sua base, estão as primárias, aquelas indispensáveis à vida. São elas as carências Fisiológicas, ligadas à manutenção da saúde e bem-estar físicos.
Na sequência, vêm as necessidades secundárias, relacionadas à Segurança, relações Sociais e Auto Estima.
Por fim, ocupando o grau mais refinado que é o topo estão as necessidades de Realização Pessoal.

Segundo essa tese, partindo das necessidades básicas, os indivíduos precisam satisfazer pelo menos parcialmente aquela do nível baixo para avançar para as do nível acima.

O que determinará as prioridades das pessoas são as experiências vivenciadas em dado momento.

Fonte: Revista Mente e Cerebro – Edição288

 

Gostou do post? Compartilha em suas redes sociais!

Tagged

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *